quarta-feira, agosto 25

Four, tres, two, uno - Fergalicious!



A Fergie tem uma música que diz que ela é deliciosa e nem foi feita por ela, mas pra ela. Tá aí a fina diferença entre ela e a Mulher-todas-as-frutas-da-horta-do-Zé que têm por aí. Bjs.

Eu nem sei por quê ando escrevendo esses posts com fotos.
Nunca fui disso!

terça-feira, agosto 24

E aqui vão os meus comentários pessoais sobre a lista sincera das coisas que dão prazer na vida da Lãri, porque muitas também me dão prazer, tirando as coisas óbvias como comer e sexo:

- Tomar um refrigerante num dia quente (A Lãri gosta de Tubaína)
- Tomar uma cerveja num dia quente (Ela gosta de cerveja eu não gosto de cerveja. Fui escrever cerveja escrevi cerva agora eu entendi o por quê desse apelidinho carinhoso)
- Bar em dia/noite de chuva (eu não entendi qual a graça de um bar lamacento já que é chuva mas a Lãri tem seus motivos, obviamente fazendo muito sentido)
- Ficar parada em baixo do ventilador (num dia quente)
- Ver fotos velhas (de preferência em papel, né?)
- Festinha com musica boa (Gal? Oi?)
- Nadar, piscina, rio e de preferência, mar (Ita? ounnnn)
- O cansaço depois de passar o dia nadando (e comer aquela macarronada se for domingo)
- Tirar a areia da calcinha na ducha depois de ficar na praia (eu não vou à praia de calcinha, rs)
- Cozinhar num lugar limpo e espaçoso (e com várias opções de elementos para compor um prato especial... hummm)
- Cheiro de manjericão fresco (e de coentro!)
- Céu estrelado (e lua bonita!)
- Videos idiotas no youtube (quando não se está no estágio e se é obrigado a assisti-los no mudo!)
- Bons filmes e bons livros (absolutamente)
- Carnaval

Quem é você?
Adivinhe, se gosta de mim
Hoje os dois mascarados
Procuram os seus namorados
Perguntando assim:
Quem é você, diga logo
Que eu quero saber o seu jogo
Que eu quero morrer no seu bloco
Que eu quero me arder no seu fogo

Eu sou seresteiro
Poeta e cantor
O meu tempo inteiro
Só zombo do amor
Eu tenho um pandeiro
Só quero violão
Eu nado em dinheiro
Não tenho um tostão
Fui porta-estandarte
Não sei mais dançar
Eu, modéstia à parte
Nasci pra sambar
Eu sou tão menina
Meu tempo passou
Eu sou Colombina
Eu sou Pierrot

Mas é carnaval
Não me diga mais quem é você
Amanhã, tudo volta ao normal
Deixe a festa acabar
Deixe o barco correr
Deixe o dia raiar
Que hoje eu sou
Da maneira que você me quer
O que você pedir
Eu lhe dou
Seja você quem for
Seja o que Deus quiser
Seja você quem for
Seja o que Deus quiser

Noite dos mascarados
Chico - 1966

- Ano novo (CIDRA!)
- Aniversário =D

domingo, agosto 22

Aqui vai uma lista sincera das coisas que me dão prazer na vida, tirando as coisas óbvias como comer e sexo:

- Tomar um refrigerante num dia quente
- Tomar uma cerveja num dia quente
- Bar em dia/noite de chuva
- Ficar parada em baixo do ventilador
- Ver fotos velhas
- Festinha com musica boa
- Nadar, piscina, rio e de preferência, mar
- O cansaço depois de passar o dia nadando
- Tirar a areia da calcinha na ducha depois de ficar na praia
- Cozinhar num lugar limpo e espaçoso
- Cheiro de manjericão fresco
- Céu estrelado
- Videos idiotas no youtube
- Bons filmes e bons livros
- Carnaval
- Ano novo
- Aniversário


Essas são as coisas que fazem eu continuar com essa existência imbecil. Agora fico com o céu estrelado e os videos idiotas do youtube.

terça-feira, agosto 17

quinta-feira, agosto 12

Só entrei pra postar...

... que eu sempre alimento nossos peixes!

(Quase 300posts de puro romance, terror, suspense e fantasia nesse blog!)

segunda-feira, agosto 9


Eu não costumo ser íntima nos posts como a Larissa é íntima nos posts e eu acho isso muito produtivo e contribui para a construção de uma personalidade para o blog. Hoje eu decidi ser íntima e falar de mim. Hoje eu não estou triste. Mas também não estou feliz. Estou magoada e com saudades de tudo e de todos. Não sei se às vezes é melhor ir pra casa e enfrentar 300km para ver todos e voltar pior ou nem ir e ficar reclamando por aqui. Com o namorado é a mesma coisa. Nunca é tempo o suficiente, dá uma tristeza que demora uma semana de atividades na faculdade pra acalmar. Falando em faculdade, esse é um bom motivo para se estar esgotada sem nem mesmo se estar esgotada: hoje as aulas recomeçam. E fala sério, mesmo que eu queira estar onde estou, tem vezes que ir pra aula e aguentar professor é um saco. Fala sério. E como ando improdutiva. DEUS! Improdutividade é meu sobrenome. Lembrando que meu nome é Preguiça. Preguiça master. Antes eu queria que o fim de ano chegasse logo? Pra quê? Pra quinze dias de férias e depois voltar de novo? Ou eu quero já o fim do curso? Pra quê? Se eu não sei o que fazer depois dele? A dúvida continua. Ela sempre existiu... Ela nos ronda e está a espreita enquanto você se cobre com seu cobertor. Quando você menos esperar e ela te pegar desprevinido, a pontinha do pé pra fora... ELA VAI LÁ E NHOC!

feliz dia dos pais de ontem

Um feliz dia dos pais atrasado só porque eu achei essa foto e achei bonitinha e vim postar em homenagem a todos os pais dignos com uma família digna e feliz e unida como o MISTER CORLEONE, uma pessoa digna, que vai te fazer uma proposta irrecusável logo logo logo.

domingo, agosto 8

domingo - fim de férias

Eu lembro quando eu tava da 8ª série até o 2º ano, eu acordava mais cedo para arrumar o cabelo, eu fazia escova na franja e inisitia em dividir o cabelo numa linha reta. Também passava maquiagem nos olhos. Hoje eu já não vejo sentido nenhum em acordar mais cedo para isso, hoje já não tenho muito cabelo para dividir , ainda bem!
Escrevo sobre isso porque amanhã começa o semestre, e eu nunca estive tão sem ânimo, porque convenhamos, chega uma hora que a percepçãod e certas coisas é inevitavel, e eu não sou o tipo que gosta de estudar, na verdade, como diriam muitas pessoas que me conhecem, eu não gosto é de nada, ta aí uma boa verdade! Acho que poderiam me deixar uma ilha tipo a da lágoa azul, com uma fartura de frutas e água potável , com mais umas 5 pessoas queridas e outras 20 bem malucas, e lá eu viveria por alguns anos, mas como não dá, a gente vai empurrando tudo com a barriga, se diverte um tanto, fica triste um tanto, depois fica alegre de novo. Tem dias que a gente só ouve Bethânia, em outros diverte-se dançando Lady Gaga. Falamos besteira e nos ferramos, mas depois já voltamos a gostar, ou gostamos de outras pessoas, e a gente imagina um dia dividir a vida com qualquer pessoa e morar numa casinha bonitinha com as crianças correndo sem parar. Mas isso é só um devaneio de alguém que odeia estudar.

Boas aulas, galere.

quinta-feira, agosto 5

Tô estressada

O dia tá lindo, e eu tenho que ficar em casa esperando as compras e fazendo esse trabalho muito chato, que tive bem uns 3 (TRÊS) meses para fazer. Então, estou aqui mais uma vez expremendo meu cerebro para simplesmente copiar o que o autor já disse e que a gente já cansou e saber. E depois de longos 5 minutos, a única coisa que consegui escrever foi:

"Nesse capítulo , o autor faz uma diferenciação entre a antropologia física e a cultural, a física engloba a biologia humana, ou seja, diferenças raciais, crescimento e desenvolvimento do organismo e as influências do meio natural sobre o ser humano. Já a antropologia cultural, estuda a maneira que o ser humano sobrevive ao meio natural e o ambiente social, e ainda o aprendizado e a transmissão dos costumes, em resumo, estuda todo o comportamento aprendido.
"

Cheguei ao ponto de estar nem aí se usei a palavra "humano" mais de uma vez. O que não faz sentido pra mim, são esses trabalhos. Afinal o nome já diz antropologia fisica E cultural, então, por que eu tenho que explicar uma diferença tão óbvia entre as duas?

quarta-feira, agosto 4

DUETO (Chico)

Consta
nos astros
nos signos
nos búzios

Eu li
num anúncio
eu vi
no espelho
tá lá
no evangelho
garantem
os orixás


Serás o meu amor serás a minha paz

Consta
nos autos
nas bulas
nos dogmas
Eu fiz
uma tese
eu li
num tratado
está
computado
nos dados oficiais

Serás o meu amor serás a minha paz

Mas se a ciência provar o contrário?
e se o calendário nos contrariar?

Mas se o destino insistir em nos separar?

Danem-se
os astros
os autos
os signos
os dogmas
os búzios
as bulas
anúncios
tratados
ciganas
projetos
profetas
sinopses
espelhos
conselhos
Se dane o evangelho
e todos os orixás

Serás o meu amor, serás, amor, a minha paz

Consta
na pauta
no Karma
na carne
passou
na novela
Está
no seguro
pixaram
no muro
mandei
fazer um cartaz

Serás o meu amor serás a minha paz

Consta
nos mapas
nos lábios
nos lápis
Consta
nos Ovnis
no Pravda
na Vodca

terça-feira, agosto 3

Não, meu bem. Sua delicadeza não convence, a minha delicadeza não convence, e se ela ou ela não tem aquela foto bege tirada em 1970 tratada 8977 vezes no photoshop também não tem uma delicadeza que convence. NEM ELA! Minha mãe tem uma foto tirada em 1970 lindíssima na praia toda blasé e nem a delicadeza dela convence! E ela estava linda! Nem Agnetha Fältskog do alto do seu rostinho meigo (e loiro. Loiro!) tinha uma delicadeza que não convence. Brigitte Bardot não convence. Porque nenhuma delicadeza convence. Nem delicadeza nem poemas. Não, você não é poeta, não é artista, não é inventiva o bastante. Nem você. Você e você. Lo sinto. Como diz meu grande amigo Du: a vida é um trem que não apita na curva e não avisa ninguém. Entendam como quiser. A delicadeza de todos vocês também não convence. Seus indelicados.